top of page
  • Foto do escritorSHALOM

PINTURA CORPORAL NA INDUMENTÁRIA INDÍGENA

Atualizado: 26 de jun. de 2020


(EF03ER05X)

Identificar, reconhecer e respeitar as indumentárias (roupas, acessórios, símbolos, pinturas corporais) utilizadas em diferentes tempos (especiais ou cotidiano), manifestações e tradições culturais e religiosas, como expressão de pessoas, grupos ou comunidades.

Resumo da Atividade

Identificar, reconhecer e respeitar a pintura corporal indígena através de imagens e do conceito de “Rito de Passagem”.

PINTURA CORPORAL

A pintura corporal é uma manifestação cultural presente em várias sociedades, como os indígenas, hindus, africanos e na sociedade ocidental por meio da maquiagem e da tatuagem.

Os índios utilizam a pintura corporal como meio de expressão ligado aos diversos manifestos culturais de sua sociedade ou quando há uma mudança ou passagem. Para cada evento há uma pintura específica: luta, caça, casamento, morte. Todo ritual indígena é retratado nos corpos dos mesmos na forma de pintura, é a expressão artística mais intensa dos índios. A tinta é feito de urucum, jenipapo ou babaçu na maioria das vezes.


https://www.infoescola.com/artes/pintura-corporal/. Acesso em 04 de abril de 2020, às 21h54.

Metodologia


* Explicar o conceito de “Pintura Corporal” e “Ritos de Passagem” através do texto passado no quadro.

* Entregar cartões de modelos de pinturas corporais para que o aluno faça a experiência de produzir os desenhos.

* Fragmento do documentário Kuarup, que mostra um rito de passagem fúnebre. https://www.youtube.com/watch?v=VYuRFl5FJh0 - Contém cenas de nudez – 3':57''


O Kuarup é um ritual de homenagem aos mortos ilustres, é a despedida dos mortos e encerramento do período de luto. Uma celebração muito importante que acontece uma vez por ano no Parque Indígena do Alto Xingu e dura três dias. O Kuarup é uma festa alegre, onde cada um coloca a sua melhor pintura corporal, cocares e enfeites. Na nossa visão, os mortos não querem ver os vivos agindo de forma triste. Durante as celebrações há comida, danças, cânticos, rezas e o momento das lamentações. Na aldeia são erguidos troncos de madeira pintados e enfeitados com cocares. Cada tronco representa um morto ilustre.  
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quarup, acesso em 01.06.20, às 11h35

Recursos didáticos

Quadro-negro, giz, cartões com os modelos de pinturas corporais (se possível dar exemplos de algumas etnias)

2.117 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Post: Blog2_Post
bottom of page